Assinar Newsletter

Receba novidades, artigos e dicas especiais.

5 características que todo freelancer precisa ter

Ser freelancer é uma opção de carreira para você? Esta forma de trabalho autônomo tem conquistado cada vez mais espaço no mercado, seja pelo aumento de oportunidades oferecidas pelas empresas, seja pelo número crescente de pessoas optando por esse modelo de atuação em busca de realização profissional.

Independente do motivo, a verdade é que a vida de freelancer está ganhando mais corações a cada dia. Entre os benefícios, estão flexibilidade de rotina, liberdade para escolher os projetos em que irá trabalhar e feedback direto dos clientes para as atividades realizadas. Mas o que é preciso para começar?

Características fundamentais para quem quer ser freelancer

Antes de decidir cair de cabeça na vida de freelancer, entretanto, você precisa saber se está pronto para isso. Imaginando que você estivesse se candidatando para uma oportunidade de trabalho formal,  seria necessário saber se possui as qualificações desejadas para a vaga. Os requisitos mais técnicos vão depender de cada área de atuação, mas existem competências e habilidades comuns para qualquer uma delas. Para ajudar a entender se está pronto para a carreira de freela, separamos 5 características fundamentais que todo freelancer precisa ter.

1. Ser um especialista

especialista

Como freelancer, você será um prestador de serviço e seu nome será sua marca no mercado em que atua. Ou seja, existe um grande risco de queimar sua imagem com clientes e potenciais parceiros de negócio se não for um especialista na área, oferecendo um serviço abaixo da expectativa deles. 

Se a vida de freelancer está em seus planos, antes de mais nada estude muito bem sobre o seu setor, defina os serviços que irá prestar e estabeleça um preço para seu trabalho. Não deixe de conhecer o que outros freelas da sua área estão fazendo, assim como investigar potenciais demandas que ainda não são atendidas por ninguém no mercado – as chances de ter sucesso inovando em serviços é muito maior. Passar por todos esses passos antes de começar irá ajudar muito sua reputação como profissional!

2. Ser organizado

Organização para um profissional freelancer precisa ir muito além de ter a mesa de trabalho bem arrumada e de conseguir entregar os jobs em dia. Como freela, você deve se comportar como uma pequena empresa, mantendo em dia todas as obrigações que possam estar envolvidas em sua forma de atuação.

Entre as responsabilidades que terá que lidar estão fluxo de caixa, contabilidade, busca de novos clientes, elaboração de propostas e, inclusive, cobranças. Se não tiver uma boa organização para todas essas atividades, à medida em que os clientes aumentarem, seu controle sobre seus ganhos e deveres irá se tornar cada vez mais caótico.

3. Saber vender seu peixe

Falamos no ponto anterior sobre busca de clientes e, de fato, eles não caem do céu para quem é freelancer. Não se preocupe em ser um super vendedor ou negociador, mas o mínimo de marketing pessoal terá que fazer. Conheça bem a área em que atua para saber a melhor forma de chegar aos seus prospects e utilize ferramentas como LinkedIn, portfólio online ou site pessoal para expor melhor seu trabalho. Participar de eventos e de grupos de discussão de seu setor também é essencial para que seja notado por potenciais clientes ou parceiros. 

4. Ser automotivado

Já ouviu dizer que sendo freelancer você é seu próprio chefe? É verdade!

E não é só isso: é endomarketing, financeiro e todas as outras áreas que uma empresa poderia ter. Por este motivo, suas expectativas e motivações devem ser todas atendidas por suas próprias atitudes. Você mesmo irá definir quanto irá ganhar, quando terá uma folga, qual será a carga horária diária e o tipo de projetos em que irá se envolver. Isso não é tão fácil quanto parece, é preciso muito autoconhecimento e força de vontade para continuar inovando, se aperfeiçoando e buscando seu espaço no mercado. 

5. Não ter medo de arriscar

risco

A última característica que todo freelancer precisa ter é adorar um desafio e não ter medo de arriscar-se. O trabalho como freelancer é bastante diferente do emprego no modelo tradicional. Você não sabe exatamente quanto irá ganhar nos próximos meses, não tem certeza se terá os mesmos clientes e até mesmo se o serviço que presta continuará relevante para o mercado. Caso a segurança da carteira assinada seja muito importante para você, é muito provável que não se realize profissionalmente como freelancer. Mas se adora ter cada dia diferente do outro, esse pode ser seu destino!

Você está pronto para ser freelancer?

Se essas características fazem parte de seu perfil como profissional, então esse pode ser um grande sinal que você deva considerar a vida como freelancer e ser dono de sua própria carreira. Comece e estudar seu mercado, detalhar seus serviços e ir atrás dos primeiros clientes. Você tem tudo para ter sucesso! Caso ainda não se sinta pronto, não desanime! Você pode começar a experimentar essa forma de trabalho com pequenos jobs para desenvolver essas características e chegar lá no futuro.


E você, acredita que exista alguma outra característica fundamental para ser um freelancer de sucesso?Deixe aqui nos comentários sua opinião.


Lembrando que estamos também no nosso canal no YouTube, com vídeos novinhos sobre a vida de freela. Assina lá para não perder nenhum conteúdo. Também marcamos presença no Facebook, Instagram e LinkedIn. Nesses canais, compartilhamos muitas dicas para ter mais sucesso como freelancer e também para aproveitar todos os benefícios da carreira independente. É claro, também respondemos dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post 😃 

Luciane Costa
Formada em jornalismo e apaixonada por conteúdo digital. Virou freelancer porque precisava de uma grana extra e acabou descobrindo que adora trabalhar assim. Gaúcha e morando em São Paulo, ela é viciada em séries de detetives e adora cozinhar.

Comentários

2 Comentários
  1. postado por
    Larissa
    set 28, 2018 Reply

    Trabalho de carteira assinada a 2 anos, meu primeiro emprego, antes dele só estudava o dia todo e vendia comida nas horas vagas! Agora me sinto desmotivada, pois quero muito ser autônoma e todas essas características se encaixam comigo, porém muitas pessoas colocam dúvidas na minha cabeça quanto largar meu atual emprego e me arriscar como freela, mesmo que eu saiba que sou muito talentosa no que faço, criativa, gosto de arriscar, de inovar e onde eu trabalho não consigo crescer mais do que já cresci!

    • Luciane Costa
      postado por
      Luciane Costa
      set 28, 2018 Reply

      Oi, Larissa!! É normal mesmo essa insegurança. Você consegue ir fazendo uns freelas nas horas vagas para começar? Bjs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por: