Assinar Newsletter

Receba novidades, artigos e dicas especiais.

6 dicas de gestão financeira para freelancers

A crise mostrou-se como oportunidade para alguns brasileiros. Diante do desemprego, muitos consumidores passaram a fazer trabalhos como freelancer para complementar a renda ou mesmo encarar como a renda principal. Às vezes, o trabalho é até realizado sem sair de casa, como é o caso de redatores, editores de vídeo e outros. Em todos os casos, porém, o trabalho freelance é coisa séria e deve ser encarado como negócio!

Como organizar suas finanças como freelancer

Para que você não se perca nas contas e faça uma boa gestão do seu negócio, o GuiaBolso – site e aplicativo de finanças pessoais – separou dicas infalíveis para sua gestão financeira como freelancer! Confira e fique com a sua conta no azul.

1. Calcule o seu salário

Tudo o que um profissional recebe por um trabalho deve ser dividido entre três principais categorias: salário, custos e reserva de investimento. É importante, portanto, que o freelancer sempre tenha em mente quanto deveria ser o seu salário para incluir o valor nos orçamentos realizados e separar a quantia assim que receber o dinheiro.

2. Tenha reservas para investir no negócio

Da quantia recebida nos trabalhos, é essencial separar uma parte para reinvestir no negócio. Afinal, só assim ele irá crescer. Dessa maneira, se você precisar fazer um curso, comprar algum software ou máquina, terá capital de giro para investir nesta melhoria do negócio e não terá de recorrer a nenhuma linha de crédito.

3. Não se esqueça dos custos

Não se esqueça de listar todos os custos que você teve para determinado trabalho, seja com a internet gasta, com o transporte ou com o material utilizado. Com estas despesas somadas, você irá saber exatamente quanto do valor recebido está sendo usado para pagar custos. Isto te ajuda a mensurar melhor qual deveria ser o preço do seu trabalho em um orçamento, já que não vale a pena ter um negócio se ele não estiver cobrindo pelo menos os custos e o seu salário, né?

4. Separe despesas pessoais das despesas da empresa

Para fazer uma boa gestão do seu trabalho freelance, você deve separar o que é despesa pessoal (e que deveria ser paga com o seu salário do tópico 1) e o que é despesa do seu negócio (e que deve ser custeado pela quantia que falamos no tópico 3). Só com essa divisão você saberá se o problema está no controle de despesas pessoais ou se os custos da empresa estão altos, caso esteja com a conta negativa.

5. Planeje seu fluxo de caixa

Como todo mundo sabe, trabalhar como freelancer faz com que em alguns meses você tenha uma renda surpreendentemente alta e em outros tenha de consumir reservas financeiras. Para se preparar para os momentos de baixa, além de ter as reservas, uma dica é fazer uma planilha de controle de ganhos e gastos. Trata-se de um fluxo de caixa em que você vai listar quando irá receber por determinado freela e se terá alguma despesa extra em alguma data. Isso te ajuda em muitos aspectos! Por exemplo, se verificar que em algum mês o seu negócio terá uma receita baixa, você pode investir mais na divulgação do seu trabalho ou focar em freelas que te paguem em prazos curtos.

6. Tente construir uma carteira de freelas fixos

Algumas demandas no mercado são recorrentes. No mundo de freelas, portanto, pode ser uma boa saída oferecer descontos progressivos se a empresa realizar mais de um trabalho com você. Assim, você retém o cliente e faz com que ele te passe freelas por mais tempo.

Organize as finanças para – de fato – viver de freela!

dinheiro

Seguindo essas dicas, temos certeza que você fará uma ótima gestão do seu negócio, porque trabalhar por conta própria é isso: sempre deve ser encarado como um negócio próprio, com receitas e custos que devem ser acompanhados de perto. Pronto para começar sua organização financeira?


Você aposta em alguma outra estratégia para manter sua gestão financeira em dia e conseguir crescer como freelancer e também como empresa? Compartilhe aqui nos comentários o que faz para ter sempre as finanças bem organizadas!


Lembrando que estamos também no nosso canal no YouTube, com vídeos novinhos sobre a vida de freela. Assina lá para não perder nenhum conteúdo. Também marcamos presença no Facebook, Instagram e LinkedIn. Nesses canais, compartilhamos muitas dicas para ter mais sucesso como freelancer e também para aproveitar todos os benefícios da carreira independente. É claro, também respondemos dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post 😃 

GuiaBolso
Autor
GuiaBolso
Somos muito mais que uma poderosa ferramenta de controle financeiro e produtos a taxas baixas, somos uma marca dedicada a desmistificar e transformar a sua relação com o dinheiro, concretizando para você o sonho de liberdade financeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por: