Portfólio para freelancer: qual a importância e onde fazer?

portfolio para freelancer

Quando eu comecei a atuar como freelancer, uma das primeiras dúvidas que surgiram foi “como faço para mostrar o meu trabalho às pessoas?” Com o tempo, fui descobrindo que existiam muitas maneiras de divulgá-lo, mas uma das mais interessantes era o portfólio, ou seja, uma página na web ou apresentação na qual você destaca alguns projetos para que seus potenciais clientes vejam o que você faz e como faz.  

O portfólio para freelancer é uma ótima ferramenta para atrair clientes, principalmente para quem está começando e não tem recursos suficientes para investir em um website bacana, domínio próprio etc.  

Mas, nesse momento, outra pergunta que me veio à cabeça foi: 

Como montar um portfólio para freelancer? 

De uma coisa eu não tinha dúvida: era preciso ter um portfólio online. Pensando nisso, fui em busca de sites que permitiam criar um portfólio para freelancer. E, para minha surpresa, vi que existiam diversas plataformas com essa finalidade e que era possível desenvolver o portfólio de uma forma muito prática, rápida e barata (ou até sem custo nenhum). 

Abaixo, cito algumas delas:

Contently

O Contently é uma das plataformas mais conhecidas para criar um portfólio online, sendo mais indicado para redatores que já tenham alguns textos publicados. Ele requer o mínimo de sete artigos, que você pode importar direto de um outro endereço na web (URL), de um PDF ou escrever direto no site.

Assim, você conseguirá reunir todos os seus trabalhos em uma única página, com um formato muito mais fácil de visualizar.

>>> Como ter clientes internacionais: 5 dicas para conquistar projetos de fora e receber por eles

Journo Portfólio 

O Journo é outra ótima opção para redatores. O grande destaque desta plataforma é que ela dispõe de várias opções de layout, que você pode customizar para deixar com a sua cara — desde as cores até as seções da página — e sem precisar ter nenhum conhecimento de programação. 

Além dos textos, você pode colocar sua biografia, galerias de imagens fixas ou dinâmicas (com efeito carrossel), inserir vídeos, deixar artigos ou trechos em destaque, criar formulário para contato, entre outras funções. Sendo usuário free, você tem acesso a todos esses recursos e pode criar uma página com até dez artigos.

Se quiser ter uma experiência mais completa, com domínio próprio e sem limitações de conteúdo, o valor máximo é de R$ 20 mensais.

Behance 

O Behance é a melhor plataforma de portfólio para freelancers de design, artes visuais, fotógrafos ou profissionais de audiovisual. Ela permite separar os conteúdos por pastas ou projetos, adicionar textos para descrever as imagens, incorporar vídeos, etc. 

Clippings.me

Com um funcionamento bem semelhante ao Journo, o Clippings.me também possui muitas opções de layout customizáveis de acordo com o seu gosto. Custa US$ 10 por mês no plano premium.

>> Quero ser freelancer de marketing de performance, como começar?

Invista também em outros formatos de portfólio para freelancer

Contudo, é verdade também que essas não são as únicas possibilidades e existem outros formatos de portfólio para freelancer e plataformas para divulgar o seu trabalho.

Além de depender do tipo de material que tem para apresentar, você também precisa considerar o seu público-alvo e os seus objetivos ao fazer essa divulgação. Por isso, aqui vamos falar também de outras possibilidades nesse sentido.

Anuncie o seu trabalho no Vivendo de Freela

Você sabia que aqui no Vivendo de Freela temos uma seção de portfólio online para freelancers apresentarem seu trabalho de forma profissional? A página Contratar Freela é um plataforma de divulgação para que você possa conquistar clientes e projetos sem intermediário na negociação.

Como funciona? Você compartilha a sua experiência e seus trabalhos no portfólio online para freelancer e recebe contatos de potenciais clientes diretamente no seu e-mail, ou seja, negocia valores, prazos e escopo diretamente com eles.

Além disso, você passa a fazer parte da comunidade do Vivendo de Freela e todos os valores pagos são reinvestidos no próprio site e em anúncios de Google e Redes Sociais para atrair cada vez mais potenciais clientes.

Quer saber mais? Dá uma olhadinha aqui:

Use as redes sociais a seu favor

Sim! Porque, nos dias de hoje, não há como negar a importância delas na carreira de um freelancer. As redes sociais são uma vitrine aberta a todos os tipos de público e, ao mesmo tempo, permitem conectar-se com pessoas que estão realmente interessadas em seus serviços.

Por isso, se você ainda não tem um perfil profissional no Facebook, no Linkedin e no Instagram, te aconselho a criar um agora mesmo, pois essas são ferramentas essenciais para alavancar o seu portfólio para freelancer. Aliás, neste outro artigo, falamos sobre como utilizar o LinkedIn para se divulgar e prospectar.

>> 4 dicas para montar o seu portfólio

A boa e velha apresentação 

Por fim, acontece que, assim como eu, a maioria dos profissionais freelancers acabam apostando tudo no meio digital e se esquecem que há outros formatos menos utilizados, mas que ainda podem render boas oportunidades para mostrar o seu trabalho.

É o caso de uma apresentação bem feita em Powerpoint ou PDF (para enviar por e-mail), ou do velho e bom portfólio impresso, muito indicado para quem é designer. Se você costuma fazer muitas reuniões presenciais, pode ser uma boa opção também.

>> Como conseguir clientes como freela? Dicas para quem está começando!

O que fazer se você ainda não tem trabalhos para mostrar no portfólio para freelancer?

Mesmo assim, você ainda pode ter um portfólio! Vale destacar seus trabalhos da faculdade, voluntários ou feitos por hobby  — desde que sejam relacionados à área em que você deseja atuar. 

Outra ideia é criar um blog e começar a escrever por conta própria sobre assuntos do seu interesse. Assim, você já consegue definir o seu nicho, o que é muito importante. O mesmo vale para fotógrafos, designers e afins. Essa é uma boa forma de você mostrar seu talento enquanto se prepara para o seu primeiro job profissional!

Gostou do artigo? Como você divulga o seu trabalho? Conta pra gente nos comentários!

modelo de portfolio

Lembrando que estamos também no nosso canal no YouTube, com vídeos novinhos sobre a vida de freela. Assina lá para não perder nenhum conteúdo. Também marcamos presença no FacebookInstagram e LinkedIn. Nesses canais, compartilhamos muitas dicas para ter mais sucesso como freelancer e também para aproveitar todos os benefícios da carreira independente. É claro, também respondemos dúvidas. Só deixar elas aqui nos comentários do post! 😃

Fatima El Kadri

Fatima El Kadri

Jornalista e produtora de conteúdo Web alinhado às técnicas de SEO e Inbound Marketing. Apaixonada por adquirir e compartilhar conhecimento neste universo digital.
Fatima El Kadri

Fatima El Kadri

Jornalista e produtora de conteúdo Web alinhado às técnicas de SEO e Inbound Marketing. Apaixonada por adquirir e compartilhar conhecimento neste universo digital.

COMPARTILHE ESTE POST

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM